sexta-feira, 26 de março de 2010

Recuperação do 7º Ciclo

O 7º ciclo passou e já me sinto bem melhor. Desta vez tive muito pouca náusea, acho que os remédios deram conta do pouco que eu iria sentir. O inchaço que acumulava no terceiro dia de medicação sumiu dois dias depois. O que sumiu também foi o paladar. Sumiu e ainda não encontrei novamente. Além disso, estou com a boca um pouco sensível ainda. Um dia senti algumas dores no ouvido. Depois, começaram alguns zumbidos que me deixaram apreensivos.

Psicologicamente, acho que este ciclo foi o pior. Ainda não entendi o porquê. Esperei por vários dias os efeitos colaterais, mas eles vieram de forma amena. Ao mesmo tempo, minha cabeça parecia meio perdida, pensamentos vagos, uma certa desorganização mental. Estive deprimido até o domingo, quando comecei a melhorar. Sempre tento me manter firme, forte, evito que minhas fragilidades transpareçam, mas neste último ciclo acho que não consegui. Tive muitos pensamentos ruins. Em alguns momentos achei que estava a um passo da loucura. Nunca entenderei como funciona a vida, não adianta tentar. Apesar de ter consciência disso, em alguns momentos começo a refletir sobre o assunto, criar suposições, tentativas mais do que frustradas de entender os motivos e mecanismos da existência. Afinal, penso, logo existo. Não é assim? Se for... Bem, se for... Desisto!

Esta semana começou bem melhor. Olho o calendário e vejo que ainda tenho alguns longos dias até o próximo ciclo e isto me deixa feliz. Estou tentando não pensar muito adiante na linha do tempo, pois as vezes é meio brochante lembrar que o caminho é tão longo. Retomei as fisioterapias e continuo evidenciando progressos. Na terça-feira fui ao Dr. André, que está satisfeito com a evolução e recomendou que eu começasse a fazer movimentos resistidos. Ele analisou os exames de imagem que tinham me deixado duvidoso algumas semanas atrás e corroborou que está tudo bem. Na quarta-feira fui ao Dr. Júlio. Contei sobre os probleminhas auditivos e ele solicitou a avaliação de um otorrinolaringologista. É importante verificar se existe alguma perda na audição, pois a cisplatina pode causar surdez e ainda, segundo o protocolo, preciso receber mais uma dose no 10º ciclo. Hoje fui ao especialista que solicitou uma audiometria. Farei a audiometria na próxima quarta-feira e então não teremos mais dúvidas.

Amanhã começam os exames de sangue para verificar como estão minhas plaquetas e meus leucócitos. Espera-se que estejam em queda vertiginosa. Estou recebendo desde quinta-feira passada, diariamente, injeções de filgrastima (granulokine) para me recuperar da neutropenia. Normalmente, estou com níveis aceitáveis de imunidade na 12ª dose do medicamento, que deve ocorrer na próxima segunda-feira.

Enfim, mais um ciclo se foi. Ainda estou enjaulado em casa, mas em alguns dias poderei me aventurar pelas ruas novamente. Cada dia que se passa é um dia a menos de tratamento. O fim está se aproximando. Do mundo? Não, do mundo espero que não.


P.S.: Hoje é aniversário de Porto Alegre e da minha sobrinha do coração Lara. Parabéns a essa cidade maravilhosa e a esta menina linda.




8 comentários:

Luiz Mauricio Finkler disse...

Bom dia Vitor! Ficamos muito contentes pela Tua recuperação do 7°Ciclo.Tu mesmo afirma no Teu Blog que está evidenciando progressos. Isto é que importa. No mais, agradeço por mais uma aula de "comportamento humano" que nos deu. Continuamos vibrando e orando.
Um Abração.Tio Maurício e família.

Mazé disse...

Olá!! Fico feliz, que mesmo diante de td vc sempre se mostrar muito confiante.....mesmo que as vezes nos sentimos la em baixo.....
É assim mesmo....se vc conversar com outras pessoas que tbm passaram pelas QT's verá que os sentimentos são bem parecidos...os medos e dúvidas tbm...acho que isso é bom...srsrsrs....assim não pensam que estão ficando doidos....srsrsrs
Qto mais quimios o Caio fazia, ele ficava bem mais calado...era como se a depressão quisesse pega-lo, mas ai vinham momentos bons e ele novamente levantava a cabeça, sempre nas noites anteriores as QT's ele chorava baixinho e dizia que não queria ir....conversa-mos....e ele dizia, sei que devo ir...mas não quero!!! Era sempre dificil, pois ele ja sabia o que viria depois.....engraçado foi no dia da última, todos na clinica notaram seu sorriso.....e ele fazia questão de falar....tbm é a última..srsrsr!!!
Forte abraço!

Ah...parabéns para sua sobrinha...ela é muito linda!!!

Cintia disse...

Vitor, não pense negativo, você tem muito mais motivos para celebrar e ser feliz.
Chegar aonde você chegou e ainda estar bem, já é um milagre. Infelizmente o desespero do tempo que ainda falta e a reação química de algum medicamento do seu tratamento, deve estar te levando a estes pensamentos sombrios e negativos.
O Segredo é pensar no amor,carinho e no apoio incondicional que você tem da sua família, namorada, amigos, parentes e de pessoas que até você nem conhece, mas que te acompanham de perto (aqui)...
Então Força amigo, nunca se esqueça que DEUS esta contigo.
Se motive com as pequenas vitórias do seu dia-dia, e seja feliz.
Conte comigo também para este apoio e não desista NUNCA, você é meu exemplo de vida hoje.
Abraços.
Cintia Villar

Cintia disse...

Ah!!! Parabéns para Lara td de bom para ela sei que ela é a princesinha de todos ai, principalmente dos avós...rsrsrs
Bjs p Lara...
Cintia

helô disse...

"Nunca entenderei como funciona a vida, não adianta tentar."
- Mas a experiência da tentativa é válida porque ela demonstra um caminho: viver, simplesmente viver. Pode parecer simplório mas tem um significado verdadeiro que tu já alcançaste, é o que se sente lendo teus posts onde o otimismo e bom humor sempre prevalecem.
E lá se foi mais um ciclo!!!
Abraço.

tatiane disse...

Oi Vitor!
Mais um ciclo vencido, mais uma vitória!
E... por mais que tentamos entender os mecanismos da vida, nunca iremos... mas, há o lado bom, os sentimentos mais incríveis que experimentamos são também sempre inexplicáveis... e se pudessemos explicá-los talvez não fossem incríveis!
bjs
tati

Karen disse...

Não temos explicações, mas temos momentos e sentimentos lindos para serem vividos. Não desanime nunca meu irmão, quando olhares para trás verás o quanto tu já provou ser um guerreiro. Já se passaram sete meses de tratamento e graças à DEUS tudo está caminhando para o rumo certo. Este ano será difícil.. será! Mas também será o ano do nosso fortalecimento emocional, do nosso crescimento como ser humano, você vai ver! Espantemos todos os pensamentos ruins que se aproveitam dos nossos momentos de fraqueza.. A vida nos propôs mais este desafio, e como bons gaúchos e colorados, não fugiremos dele.. lutaremos até vencer, certo? Desistir eu sei que é uma palavra que não está no teu dicionário, e nem no meu! Este ciclo ficou no passado, agora é bola pra frente. Outros ciclos virão, e para cada um deles eu confio que tu terás a força necessária para nos mostrar novamente o significado da palavra "superação". Estamos contigo, SEMPRE!!

julii_piccoli disse...

Vitor! Mais uma etapa sendo cumprida. É isso aí! Os resultados satisfatórios devem-se muito a tua determinação e ao conhecimento de tudo que está se passando contigo. Como disse o Tio Maurício no comentário dele, "tu és uma aula de comportamento humano para todos" e eu concordo plenamente. Vitor, você é único e motivo de muito orguljo. Está dando tudo certo, continue firme meu sobrinho.
Abraços a todos aí!
Tia Neca, Tio Lourenço e Ju!