domingo, 8 de agosto de 2010

12º Ciclo Vencido

Mais um! O 12º já é passado e hoje vim atualizar o blog quanto a este ciclo agitado que se foi. A internação ocorreu no domingo passado (01/08/2010). Fiquei no quarto 917 do Hospital São Lucas da PUCRS. Recebi 15,5 gramas de methotrexate na segunda-feira, dia 02/08/2010 e já no primeiro exame de sangue tivemos uma surpresa: a dosagem da droga, que deveria ser levemente superior a 1.000 μmol/L, estava acima de 2.000 μmol/. A primeira impressão era de que meus rins não estavam filtrando como deveriam e pudemos confirmar isto nos dias que seguiram através dos níveis de creatinina (bati meu recorde - 1,45 mg/dL). A verdade é que os meus pobres rins já estão demonstrando cansaço diante do bombardeio de drogas a que estão submetidos há quase um ano. Está certo que eles nunca foram muito santos e sempre demoraram um pouco mais que o normal para expelir a droga, entretanto nos últimos dois ciclos ficou evidente que estão, de certa forma, abalados. Difícil é dizer se isto é temporário ou não. Pelo andar da carruagem deverei intensificar o acompanhamento nefrológico para que consiga cumprir todo os dezoito ciclos do protocolo.

Em decorrência desses percalços, só recebi alta ontem pela tarde. Apesar de ter ficado um dia a mais no hospital, não fiquei aborrecido. Me surpreendi com o meu próprio autocontrole... Consegui entender que não interessava o tempo necessário para receber alta, mas sim que quando eu fosse liberado eu estivesse realmente apto. Senti a mesma sensação de conformismo de quando rodei em uma cadeira na faculdade porque realmente não dominava o conteúdo e, portanto, não tinha condições de ser aprovado.

Quanto aos níveis de desidrogenase láctica, que me deixaram angustiados no fim do mês passado, o último exame de sangue que fiz em 28/07/2010 desfez a minha paranóia. O resultado foi 365 U/L, o índice mais baixo desde que comecei o tratamento. Imagino que a anormalidade apresentada tenha sido resquício do 11º ciclo de quimioterapia. Toda a tensão já está desfeita. A fosfatase alcalina também continua baixa, o que é motivo de alívio.

Nos próximos dias realizarei mais exames de sangue para acompanhar meus índices imunológicos e uma nova bateria de exames de imagem (tomografia computadorizada e cintilografia óssea). Por enquanto está mantida a dieta de "cozidos e fervidos", que nem é tão ruim assim para quem adora um bom arroz com feijão. Nos últimos dias, tenho preferido as sopas para conseguir ingerir mais líquidos. Quanto aos exames de sangue, vou abandonar um pouco o braço esquerdo por uns tempos, pois na última semana foram nove coletas no coitado. Já não tem onde furar. Agora é a vez do braço direito sofrer um pouquinho.

Para outros pacientes da oncologia:
Assisti uma breve entrevista com Isabel Allende - filha do ex-presidente chileno Salvador Allende e escritora consagrada com A Casa dos Espíritos - e ouvi uma frase que me tocou bastante. Senti respaldada a ideia de que meu blog tem um sentido muito importante para mim. Em outras palavras, ela disse que quando escreve consegue dar dimensão à dor. É realmente o que sinto. Quando nos colocamos na tarefa de redigir nossos sentimentos, acabamos por, de alguma forma, dimensioná-los. Isto talvez até não seja tão bom para sentimentos agradáveis, mas para a dor pode ser interessante, pois conseguimos reconstruir a nossa visão dos fatos a partir de novas perspectivas. Somos forçados a imaginar sofrimentos semelhantes ou então situações que representem - de forma caricata ou não - essa nossa dor. Decidimos compará-la com o crepúsculo de um dia cinzento ou com uma tempestade em alto mar. Com o frio cortante de um indigente ou com a agonia de um torturado. Acredito que escrever, se feito com prazer, pode ser uma boa terapia, uma maneira excelente de manter mente sã em um corpo que também queremos são.

Por fim, gostaria de desejar a todos os pais que acompanham o blog um feliz dia dos pais. Obviamente, desejo isto em especial ao meu pai, que considero o melhor pai do mundo. Nunca conseguirei agradecer toda a dedicação e amor que ele tem por mim. É meu exemplo de princípios e valores. A base forte de meu caráter e da minha personalidade. É o que eu quero ser quando crescer, é o meu maior ídolo. Pai, obrigado por tudo!




Só para esclarecer: eu tenho a impressão de que ele é colorado mesmo.

8 comentários:

Karen disse...

Adorei abrir teu blog hoje e ter a tão esperada atualização. Mais um ciclo se foi, e de pouco em pouco este tratamento está sendo vencido. Os sustos virão, mas que sejam só sustos né?! Também aproveito o espaço para compartilhar dos elogios ao nosso papai. Te amo maninho!!

Luiz Mauricio Finkler disse...

Oi Vitor.
O 12° está vencido e é isto que mais importa.
Lendo as Tuas postagens no Blog, percebe-se claramente que és "TU" quem está dando as cartas nesta história. Através da maturidade e compreenção com que relatas tudo o que esta acontecendo contigo nos mínimos detalhes.( incrivel)
Não falta mais mais muito para vir o último ciclo e com ele a vitória.
Vitão. Obrigado por mais esta aulinha.
Continuamos em Oração.Tio Maurício e família.

helô disse...

Alegria e emoção, de monte...(I.Allende que se cuide!)
Lucidez, serenidade, firmeza, autocontrole, altruísmo, carinho.. e mais o que sinto e não sei expressar, puxa, parabéns!
Tá difícil escrever mas quero compartilhar contigo mais esta etapa vencida: lá se foi! Um abração!!!

Maria Zilá disse...

Olá Vitor!
Uma a menos, motivo de muita, mas muita, comemoração! Cada vez mais perto do final. Continue firme e forte que está dando tudo certo. Um abraço pra todos!
Tiia Neca, Ju e Tio Lourenço.

Cintia disse...

Parabéns pela cara nova do Blog, ficou mais alegre, adorei.
Também parabenizo por mais esta vitória sempre forte e firme como nunca.
Cada vez mais te admiro e tenho em vc um grande exemplo de superação, força e diciplina.
Continuo aqui sempre acompanhando as novidades.
Abração, Cintia Villar.

helô disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
helô disse...

Volto aqui, com muito prazer, neste momento em que i Inter ganha o bicampeionato pra cumprimentar esse colordo: olé!!! Eu tenho certeza absoluta que esta explosão de alegria é um poderoso remédio!!! Mesmo sendo gremista é com alegria que te digo: dále Inter!!!
Abração
E.T.
- apaguei o post anterior porque fui traída pela minha concepção da palavra 'ferrenho'! desculpa se chegaste a ler..
Na verdade eu queria ter escrito que és um admirável colorado, alguém que se mostra cada vez mais firme e dono da situação. Era isto.

Cintia disse...

Parabéns Vitor!!! Felicidades, muita saude, paz,muitas alegrias daqui p frente é o que desejo do fundo do meu coração.Que vc seja sempre este homem forte, que tens demonstrado até hoje.Vc já venceu esta batalha com louvor.
Td de bom pra vc querido, curta este dia tão especial para todos nós, é maravilhoso ver o quanto vc esta se superando a cada ciclo.
Abraços de uma amiga e de toda equipe da Know