sábado, 24 de outubro de 2009

Em Casa Novamente

Acabo de chegar em casa. O 2º ciclo foi cansativo mas já passou. Foram longos seis dias de internação, medicação, muito soro e urina. Não estou inchado como imaginava que estaria e não tive náuseas nem vômitos, o que, para mim, é motivo de comemoração.

A quimioterapia foi administrada apenas na segunda-feira, durante umas 4 horas. A partir daí passei a urinar em intervalos de 30 em 30 minutos, às vezes até menos. É desconfortável, mas é necessário. O pior é ter que acordar toda hora. Fiquei íntimo de um tal de "papagaio".

Tive muita sonolência nos primeiros três dias. Sinto dizer que acho que fui indelicado com algumas pessoas que me visitaram, mas acreditem não estava muito consciente. Só me lembro de alguns vultos e algumas imagens contra a luz. O sono tomou conta de mim naqueles dias. Nos dias restantes ocorreu o contrário: só conseguia dormir com remédios. Creio que o meu corpo se acostumou com a medicação e acabou com meu sono. Aí o tempo não passava mais, os dias pareciam semanas e o hospital não era nada agradável para passar o tempo.

Nos primeiros dias consegui comer a comida do hospital, mas no terceiro ou quarto dia já não suportava mais o cheiro. Todos os dias o cheiro era igual, independente da comida. O gosto também, comida de hospital não tem nada de sal, é ruim de aguentar. Isso sem falar nas jantas às 17h. Quem consegue jantar neste horário? Graças a minha família maravilhosa, pude me alimentar bem todos os dias. Faziam comida e corriam para o hospital para que eu conseguisse comê-la quente. Isso não tem preço.

Enfim, foram seis dias amarrado em um poste, conectado em uma bomba de administração de soro. Seis dias de exercício de paciência. Seis dias de luta. Liberdade e independência também não têm preço.

6 comentários:

Leandro disse...

Grande Vitor.. estava lendo teu blog e a força que vc passa eh realmente emocionante. Te desejo muito sucesso nesta luta... muita força e muita luz. Vc vencerá! Grande abraço, Gud

Tiago Finkler disse...

E isso aí Vitao. De volta em casa entao. Que beleza. Mais uma batalha e mais uma vitória. Parabéns!

Cara... quero te dizer que cada vez que leio o teu blog me me surpreendo. Eu to aqui longe e com simples postagens tu consegue fazer eu me sentir como se eu estivesse aí dentro da tua casa te fazendo uma visita. A tua forca e a tua inteligencia sao realmente algo fora de séire. Tu és uma pessoa muito especial. Continua sempre assim.

Abracos dos teus primos,
Tiago e Karin.

Não quero ter blog disse...

Vitor, mto bom saber que estes dias já passaram e tu já está em casa ao redor de toda família, jantando em horas normais! O melhor é ver a força com que tu enfrentou tudo! Bjão p ti e para todos aí! Tati

julii_piccoli disse...

Muito bom saber que está em casa. Estamos ligados direto no teu blog e felizes demais em poder compartilhar das tuas vitórias.
Vitor tu és demais. Abração da Tia Neca, Tio Lourenço, Ju e Edo.

Lê... disse...

Olá Victor!
Tenho uma história louca para te contar!
Acabei de te descobrir pq uma tia tua está no hospital no mesmo quarto que uma tia minha!
Também tive osteossarcoma.. e eu queria conversar com você! :D
Prazeeer!
se quiser add.. lele_gomes@hotmail.com

beijão

Lê... disse...

corrigindo
lele_gomes1@hotmail.com